A importância da sinalização de emergência

, ,
A sinalização de emergência evita acidentes e minimiza os transtornos causados por situações adversas. Orientar as pessoas sobre como usá-la da melhor forma, reduz os possíveis incidentes, e pode salvar vidas.

 

Reduzir os riscos de acidentes é uma preocupação constante. Para garantir que sejam adotadas ações adequadas às situações de risco, o Corpo de Bombeiros possui regras de acordo com as normas de Segurança Contra Incêndio e Pânico. Elas devem ser aplicadas em locais públicos, condomínios e comércio.

 

Por mais que esta normativa seja obrigatória apenas para locais onde ocorre grande circulação de pessoas, é importante que todos saibam o significado de símbolos, mensagens e cores, usadas para identificar os riscos.

 

Tais simbologias são usadas na aplicação da sinalização básica e complementar.

 

A sinalização básica corresponde ao mínimo de sinalização que um local deve ter. Isso envolve saídas de emergências, alarmes sonoros, e localização de extintores, por exemplo.

 

Já a sinalização complementar, como o nome mesmo diz, visa complementar a sinalização básica. Por meio de mensagens e faixas de diferentes cores, ajuda na demarcação de áreas e na indicação de obstáculos.

 

Optar por medidas de segurança, que resguardem a vida e preservem o ambiente, informa e orienta os indivíduos. Dessa forma, todos sabem qual a melhor forma de agir em caso de acidentes e situações adversas.

 

Um lugar bem sinalizado atende não só as exigências legais. Evita constrangimentos e agravantes em casos de acidentes.

 

O uso da placa piso escorregadio por exemplo, alerta as pessoas sobre as condições do local, e evitam acidentes e lesões decorrentes da queda.

 

Um outro exemplo envolve a falta de energia elétrica. Um condomínio que precisa ser evacuado e que possui uma sinalização de emergência eficiente, permite que seus moradores saiam do local, sem se machucar e sem nenhum tipo de acidente.

 

O uso da rede elétrica pode envolver também a sinalização luminotécnica de emergência. Neste caso, desenvolve-se uma rede secundária acionada por baterias, para situações em que o gerador de energia não entra em funcionamento.

 

Outro ponto é a diferenciação entre Engenharia de Segurança e Sinalização de Emergência

Além do uso de placas de identificação e de faixas de diferentes cores para demarcar o espaço, a Engenharia de Segurança aplica as normas de segurança para equipamentos e funcionários. De acordo com as Normas Regulamentadoras, é usada principalmente na indústria e em locais que trabalham com operações.

 

É importante lembrar que de nada serve a sinalização se os meios usados não estiverem devidamente condicionados. Para isso, deve-se adotar algumas medidas como:

– Saídas de emergência desobstruídas.

– Condições de evacuação sem rotas muito complexas.

– Sistemas de segurança devidamente instalados.

 

Saber o significado dos símbolos e placas usadas, também é de suma importância. Com isso, todas as pessoas usam esta medida da forma mais eficaz e consciente possível.

 

Conheça as Normas Técnicas e as simbologias usadas na sinalização de emergência. E atente-se para estes sinais sempre que estiver em locais públicos e de grande circulação de pessoas.

 

Assuntos relacionados a segurança são muito importantes. Se prevenir é melhor que remediar, nada como adotar e observar medidas preventivas, que alertam para riscos e perigos, e que promovem ações de segurança.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *